Requisitos de Atividades Críticas

Companhia Siderúrgica do Pecém

RAC

A Storz é a ministradora oficial de todos os cursos de Requisitos de Atividades Críticas – RACs exigidos pela Companhia Siderúrgica do Pecém – CSP.

  • RAC 2 - Bloqueio e Desbloqueio de Fonte de Energias

    Estabelecer um Procedimento de segurança para bloqueio e desbloqueio de fontes de energias (elétrica, mecânica, hidráulica/ pneumática, e outras) em máquinas, equipamentos, tubulações e demais instalações que possam liberar energias armazenadas, para realização de intervenções onde o empregado necessite expor seu corpo ou parte dele a riscos, incluindo a energia armazenada (capacitores ou molas mecânicas, acumuladores hidráulicos e pneumáticos, entre outros) de forma que todas as medidas sejam tomadas para que os trabalhos somente sejam iniciados com a garantia de movimento, energia elétrica e pressão zero, temperatura ambiente e nível de radiação dentro do limite de tolerância estabelecido pela Norma Regulamentadora – NR15 e Norma CNEM – NE 3.01 “Diretrizes Básicas de Radioproteção”.

  • RAC 3 - Espaços Confinados para Vigias e Trabalhadores Autorizados

    Estabelecer Requisitos de Segurança para trabalhos em Espaços Confinados, com o propósito de preservar a vida das pessoas, assegurando sua integridade física e protegendo sua saúde.

    Os aspectos referentes ao controle interno tratados neste documento serão objeto de auditoria quanto a sua efetiva aplicação e eficácia, mediante o plano de auditoria praticado pela CSP.

  • RAC 3 - Espaços Confinados para Supervisores de Entrada

    Estabelecer Requisitos de Segurança para trabalhos em Espaços Confinados, com o propósito de preservar a vida das pessoas, assegurando sua integridade física e protegendo sua saúde.

    Os aspectos referentes ao controle interno tratados neste documento serão objeto de auditoria quanto a sua efetiva aplicação e eficácia, mediante o plano de auditoria praticado pela CSP.

  • RAC 5 - Pontes Rolantes

    Estabelecer requisitos para a operação de pontes rolantes, considerando as atividades de operação, manutenção e acessos às pontes rolantes, com o propósito de evitar perdas às pessoas, instalações e aos equipamentos, assegurando a integridade física e protegendo a saúde.

  • RAC 6 - Transporte Ferroviário

    Estabelecer diretrizes acerca de atividades que envolvam a operação de movimentação ferroviária na CSP.

  • RAC 7 - Equipamentos Móveis

    Definir procedimentos para operações de equipamentos móveis industriais e estabelecer requisitos de saúde e segurança, visando eliminar e/ou minimizar os riscos de acidentes com esses equipamentos.

  • RAC 8 - Movimentação de Cargas

    Estabelecer procedimentos para as operações de movimentação de cargas nas áreas e instalações da CSP.

  • RAC 9 - Veículos Automotores

    Estabelecer as medidas de controle que devem ser adotadas nas instalações da CSP de modo a garantir a segurança de todos os que acessam e façam uso de veículos e equipamentos nas vias no desenvolvimento de suas atividades no site.

  • RAC 10 - Eletricidade Básica

    Estabelecer Requisitos de Segurança para trabalhos envolvendo eletricidade, com o propósito de preservar a vida das pessoas, assegurando sua integridade física e protegendo sua saúde.

  • RAC 10 - Eletricidade SEP

    Estabelecer Requisitos de Segurança para trabalhos envolvendo eletricidade, com o propósito de preservar a vida das pessoas, assegurando sua integridade física e protegendo sua saúde.

  • RAC 11 - Gases e Produtos Perigosos

    Estabelecer o conjunto de conceitos, critérios e responsabilidades para a prevenção de incidentes e acidentes relacionados aos processos de trabalho utilizando gases e produtos químicos em todos os seus estados físicos.

  • RAC 12 - Trabalho em Altura

    Estabelecer diretrizes de saúde e segurança para a execução de trabalhos em altura, ou seja, atividades que geram possibilidade de queda por diferença de nível igual ou superior a 1,80m a partir do nível inferior nos empreendimentos.

  • RAC 13 - Caldeiras e Vasos de Pressão

    Estabelecer requisitos mínimos para práticas seguras relativos à operação de caldeiras e vasos de pressão, com ênfase na prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível a operação destes equipamentos com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalho.